Almirante Othon é libertado, afinal

Almirante Othon é libertado, afinal

Por Fernando Brito em O Tijolaço – 

Da Folha, agora há pouco, na coluna de Monica Bérgamo, a tardia libertação do Almirante Othon da Silva, que completa 79 anos em fevereiro,a quem o Brasil deve o alto estágio de domínio do ciclo nuclear:

othon3

O TRF-2 (Tribunal Regional Federal da 2a Região) concedeu habeas corpus revogando a prisão preventiva do almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva.

Considerado um dos mais importantes cientistas nucleares brasileiros e um dos pais do programa nuclear do país, ele foi condenado a mais de 40 anos de prisão na Operação Lava Jato.

Acusado de corrupção, lavagem de dinheiro e de tentar embaraçar as investigações, ele estava detido há dois anos, numa instalação da Marinha no Rio de Janeiro.

O almirante está passando por um tratamento de câncer de pele.

Segundo o advogado Fernando Fernandes, “a soltura é um ato de justiça e humanidade”.

A ciência brasileira deve a ele amparo e suporte. Foi um homem, durante toda a vida, perseguido e espionado pela CIA. No final da vida, passou a sê-lo por brasileiros que acham que a guerra pela tecnologia nuclear é um honesto joguinho de biriba de senhoras aposentadas.

cofrinho campanha cópia

Curta nossa página no Facebook e acompanhe as principais notícias do dia

Deixe um comentário