11 Comments

  1. Gecy Soares
    17 de junho de 2015 @ 5:54 am

    Muito interessante as orientações, precisamos, sim, usar corretamente, a nossa língua, ela é uma das mais belas entre todas as línguas.

  2. Álvaro Lima
    16 de junho de 2015 @ 7:17 pm

    Gostei e remorei meus estudos de gramática

  3. Marco Aurélio Simão
    16 de junho de 2015 @ 4:58 pm

    Quanta besteira, no final das contas, a professora tava certa e em todos os casos de usa a vírgula impõe uma pausa. O coisa, só pra ganhar iniciar flame um post destes, completamente desnecessário. O senhor se diz professor mesmo?

  4. Geraldo Santana
    16 de junho de 2015 @ 1:59 pm

    INFORMAÇÃO NUNCA É D+.
    PARABÉNS EQUIPE DO SABER.

  5. Paulo Pedro Schuetz
    16 de junho de 2015 @ 12:54 pm

    Aprendendo, copiando, divulgando…

  6. Marcelo
    16 de junho de 2015 @ 1:31 am

    Olá! Você usou vírgula depois do (diferentes e, basicamente):

    Isso é besteira, pois cada um de nós fala de um jeito diferente, usa pausas diferentes e, basicamente, decide como quer falar.

    Uma dúvida que tenho é acerca do uso do “e” com vírgula antes de depois:

    Ex: José saíra apressado, muito nervoso, e, ainda assim, não esquecera o dinheiro.

  7. Sandra
    15 de junho de 2015 @ 1:10 am

    DÚVIDAS: 1 – Declaro, para os devidos fins, que… OU: declaro, para os devidos fins que…OU: declaro para os devidos fins , que… 2- Àcirurgia. Ou: A cirurgia? GRATA PELA ATENÇÃO

  8. Silvio Teles
    14 de junho de 2015 @ 12:38 pm

    Por que aqui (A sua fronte, a sua boca, o seu riso, as suas lágrimas, enchem-lhe a voz de formas e de cores…) o autor separou o sujeito do predicado com vírgula?

    • Rildo
      15 de junho de 2015 @ 9:22 am

      Caro Luiz Carlos, o professor ainda não estudou a regência verbal, portanto, deixe de ser exigente homem.

  9. luiz carlos de macedo silva
    14 de junho de 2015 @ 9:22 am

    Caro professor: não estaria o “assista o vídeo” escrito de forma errada também? Não seria, em vez de “assista o vídeo” , “assista ao vídeo”? Exemplificando: “assista a um vídeo sobre as coisas de Portugal, você vai gostar”. É interessante notar, para exemplificar, que um determinado médico é assistente em uma determinada cirurgia, portanto ele assiste à cirurgia. Ele assiste o médico cirurgião (auxilia, ajuda, integra, ainda que eventualmente, a equipe médica que realiza aquele procedimento). Gostaria de aprender mais, por isso este comentário. Obrigado!

  10. Marcos Luiz Canalle
    13 de junho de 2015 @ 1:25 am

    Deixo minha fortuna: – a meu sobrinho, não! À minha irmã, jamais! Pagarei, a conta do alfaiate, nada! Aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho. Não à minha irmã! Jamais pagarei a conta do alfaiate! Nada aos pobres!
    Deixo minha fortuna: – a meu sobrinho, não! À minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaiate. Nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna: – a meu sobrinho, não! À minha irmã, jamais! Pagarei a conta do alfaiate. Nada aos pobres.

Deixe uma resposta